quarta-feira, 10 de julho de 2013

Poesia para o Amor

Poesia para o Amor
 
reciprocidade boa e repentina,
Que subitamente me invade a alma...
Fiquei nervoso, sem calma,
Por ti embeiado, graciosa Carolina!

O que isto, que se me est a crescer,
Que me devolve a vontade de escrever,
Escrever poesia para o amor,
Amor iluso e pecador...
Deve ser feitio ou magia,
Atrao e algo mais que j sentia,
Que me levou em passo acelerado,
Correr atrs do teu beijo apaixonado...

Nenhum comentário:

Postar um comentário