sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Sem Respostas - Rafael Deleon


Como pode ser tão encantadora, uma pessoa assim,
Linda, educada, gentil, como pode ser tão bela assim, com um sorriso, com um rosto fechado,
Como pode ser tão assim? Como pode ser tão especial assim com tantas qualidades?
Como pode? Pergunto-me! não há perguntas e sim respostas.
Quanto mais conheço as pessoas, mais vejo que você é assim tão simples e especial assim.
Você me faz bem assim, até já não acreditava que existiam pessoas assim,
Você me faz cantar, escrever, dormir e sonhar.
Como é incrível saber que mesmo de longe, ou de perto saber que você existe.
Já dei seu nome para flores, estrelas e até a lua. Já acordei e dormi pensando em você, não sonhei, mais acordei com você em meu pensamento e te vendo percebo que não é sonho acordado e sim realidade viva.
“Ainda bem que agora encontrei você, eu realmente não sei o que fiz para merecer você, porque ninguém dava nada por mim, e nada eu não estava afim, até desacreditei de mim.”
De longas vidas que a conheço, e sempre assim, orgulho de ti, admiro muito, você é espetacular, você é muito especial.
“Esse olhar de lua crescente, sorriso inocente do sim, sei que quero você para mim...” “... Tanta gente e me sinto tão só, tanta gente e me sinto tão seu” Será por quê?
“Tudo que Deus criou pensando em você...” “Sem pensar em nada fez a minha vida e te deu”
“Toda vez que eu fecho os olhos é para te encontrar...” “O que eu sinto por você não vai passar”
Não sei, nem sei se encontrarei respostas para todas as dúvidas e perguntas do mundo sobre o que me acontece, nem sei se encontrarei um dia respostas sobre o porquê o destino cruza nossos caminhos, e por que você é assim, sendo que não quero entender na verdade quero apenas viver! Como me faz viver. Você é uma orquídea que nasceu em meio a rochas e que faz toda a diferença e completa a lacuna que existe na minha vida.
Mais você não faz nada e faz ao mesmo tempo, são respostas que não existem nem perguntas certas, mais que sem respostas mudam a nossa vida para melhor.


Nenhum comentário:

Postar um comentário