quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Ousadia em Viver - Autor Desconhecido

João de Barro
Ousadia em Viver

Autor Desconhecido

Queria que tudo fosse um sonho,
Queria te vê sorrir sempre, sei que a vida não é só alegria,
Mais quem disse que seu sorriso não causa alegria.
Queria encher sua vida de flores, como se fosse fotografias suas.

Incrível acordar e saber que a vida é bonita, não
por que a vida é bonita é por causa de pessoas como você que fazem dela bonita.
Fecho os olhos, e começo a sair pelas ruas largas e estreitas, e o destino
começa a cruzar nossos caminhos.

Por que tudo parece ser simples , mais não é, por que esse querer,
porque esse desejo, essa vontade, esse querer vê bem, estar bem e sentir-se bem.
Parece que é um sonho, sempre um sonho. Mais não,
Não pode ser um sonho, é  tudo lindo, e perfeito, não é um sonho.

E a lua começa a virar sol, e as estrelas começam a brilhar cada vez mais perto,
e a escuridão e o silêncio não é mais silêncio e não é mais vago, e o frio se torna calor,
tudo muda, tudo agora tem um nome, um significado, lua não é mais lua, estrelas não se
chamam mais de estrelas, que ousadia, pura ousadia em viver.

Faz me sentir e viver coisas que me tornam mais humano, que ousadia em viver,
fugir de tudo isso, acordar tão bem contra tanta coisa, fugir da rotina da vida e ser feliz por
instantes, que ousadia, não, não quero fazer 1 unidade de milhar de Tsuru para tê sorte e sucesso, quero apenas você!

Mesmo que seja como ter as estrelas durante noites, ou ter você como sol algumas vezes no dia sem medo de nada, me falaram que ficar exposto muito ao sol se queima, que apontar as estrelas criam verrugas nos dedos, por que não dizem que se sentir bem é viver. Sentir-se bem,
desejado(a), vivo, e outras coisas fazem parte da vida!

Ousamos a viver, “É isso aí! Como a gente achou que ia ser, A vida tão simples é boa
Quase sempre. É isso aí! Os passos vão pelas ruas Ninguém reparou na lua
A vida sempre continua,” Infelizmente não sei quando ela começou bem, e não sei quando vai acabar, tão pouco importa, não importo no amanhã com o hoje estando ao seu lado.

Mais o meu hoje, é meu passado de ontem, e me faz pensar no futuro do que era ontem para mim. Explicarei tanto, desenharei, vou enrolar para dizer o que evidentemente já sabe. E que mesmo de longe, olhando cabisbaixo ou sorridente, admirarei te profundamente como sempre antes de dizer tudo o que lhe disse.

“Tudo pode acontecer, eu sei[...] Vou pedir aos céus você aqui comigo vou jogar no mar flores para te encontrar.” Nunca deixarei de admirar flores e estrelas e as coisas da natureza, e sempre que tocar uma rosa, ou ficar perto das estrelas, mesmo na ausência de seu corpo, carregarei você comigo. Tudo simples, de coração. E se um dia poder ir partir dessa para outra, também vou querer ser uma estrela brilhante como você, para ficar lá nas alturas quietinho, te vendo, e sempre iluminando, mesmo com uma luz imensa, e quem sabe um dia olhará ao céu e me encontrará no meio de estrelas como você.

Nenhum comentário:

Postar um comentário