quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Nada por acaso

Rafael Deleon


Nada por acaso

Autor Desconhecido

           Você acha que tudo isso foi por acaso, pensa um pouco.
Começou de um jeito diferente, com uma sensação estranha,
         Um friozinho na barriga, mas eu tomei coragem, decidir falar contigo, mesmo não querendo amar.
Assim do nada, e com o tempo,
Agente foi se falando e se vendo cada vez mais.
E a cada dia que passava mais saudade sentia...
Acabei conhecendo você cada vez mais. E me apaixonando pelo seu sorriso, seu jeito.
O que eu sentia acabou me consumindo.
Ainda tentei resistir, mas acabei deixando, agora me pergunto se errei, e não consigo responder.
Porque o que eu ainda sinto acaba sufocando qualquer resposta. Lembro dos momentos que passamos juntos...
E se eu tentasse explicar eu não ia conseguir, queria pedir desculpas por tudo isso, mas agente só se desculpa se houver arrependimento...
E eu nunca vou me arrepender de você!
Agora você já faz parte da minha vida.
Vou lembrar-me de cada momento e guardar no coração o meu sentimento por você
Queria poder dar um final para tudo isso, mas não consigo...
Porque você não sai da minha cabeça, se ao menos você estivesse do meu lado, eu teria a oportunidade de te mostrar o quanto é lindo todo esse sentimento
Sabe por quê?
Porque você me completa, me faz falta, sinto falta do seu sorriso... E o mais importante,
Eu também! Peço-te mais uma vez, quero apenas uma chance para ser um
      Pra sempre!
Apenas uma chance, porque te amo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário