sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Amo-te

Rafael Deleon

Sempre te amei

Edmen

Amo-te sim, meu amor!
Amo-te por que através de ti conheci o amor.
Amo-te como o sol ama a natureza,
como o azul matiz ama a beleza do mar...
Amo-te intensamente e assim hei de sempre te amar.

Amo-te como a criança nascida ama o seio materno,
Amo-te com o amor do meu amor,
por ser o amor mais terno.

Amo-te como o luar ama a densa madrugada...
Amo-te sim!...
E assim serás por mim sempre e para sempre amada.

Amo-te com este amor plangente e terno...
Este amor adolescente.
Amo-te como se ama a beleza visível do mar,
como o pássaro ama o ar no seu calmo voar.
Amo-te sim, amor!
E assim hei de sempre te amar.

Amo-te com o amor mais lindo de um coração.
Amo-te como se ama a Deus, os pais e a melodia,
como se ama os versos de cada linda canção...
Amo-te amor, por que tu és minha mais linda poesia!...
Amo-te no abstrato aconchegante da emoção...
Amo-te com extrema devoção.

Nenhum comentário:

Postar um comentário