terça-feira, 17 de março de 2009

Recomeçar com sementes

Rafael Deleon

Recomeçar com sementes

Rafael Deleon


Lembro-me todos os momentos de você,
Lembro-me do seu olhar,
Lembro-me de sua face,
Lembro-me de seu sorriso,
Lembro-me do timbre da sua voz,

Bate uma tristeza quando lembro que perdi
A namorada dos sonhos, aquela que se
Importava comigo; perguntava se eu tinha me alimentado,
Se eu tive uma boa noite de sono,
Perdi a namorada que me dava forças quando eu pensava que
Não consigueria me levantar mais,

Por que te perdi?
Por que você não é normal como as outras?
Por que tu és tão surpreendente?
Por que não continua comigo?
Porque temos que ficar distante um do outro?

Quando vem a mim a apreensão que não vou mais
Poder sentir o calor de teu corpo, bate uma tortura,
Que da vontade de partir para o desconhecido,
Sem você tudo muda para o impresumível

Como posso tentar te esquecer se você não deu motivos,
E sim motivos para ficar mais e mais ao seu lado.
Que o mesmo vento que leva folhas secas, traga sementes
Do recomeçar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário